quarta-feira, 23 de dezembro de 2015

Pela Associação Nacional de Docentes de Educação Especial

E vamos para o ano novo! 

A Terra acabou de completar a longa elipse de mil milhões de quilómetros que descreve à volta do Sol. Celebramos o fim de mais esta volta e olhamos esperançados para o longo (mas talvez rápido) tempo em que se irá cumprir a próxima translação. 

O ano que passou foi extraordinariamente profícuo para a nossa associação. A Associação consolidou-se como uma entidade cuja opinião é ouvida e conta. Conta na Assembleia da República onde participamos numa conferência parlamentar sobre os Centros de Recursos para a Inclusão, conta para o governo, e aí participamos no âmbito do protocolo que temos com a DGE em variadas iniciativas. Conta ainda para muitas entidades públicas e privadas que se habituaram a ver nas posições da nossa Associação contributos sérios, equilibrados, exequíveis e sobretudo conhecedores. 

Um ponto alto do ano que passou foi certamente a realização em Portugal do 8º Inclusive and Supportive Education Congress que coincidiu com o nosso 4º Congresso Internacional. O ISEC foi um retumbante sucesso com mais de 500 participantes de 38 países, com 400 comunicações e a possibilidade de reunir, em Lisboa, dos maiores pensadores sobre a Inclusão. Lisboa foi durante 4 dias a capital mundial da Inclusão e as entusiásticas avaliações dos participantes confirmam que o ciclópico esforço de organização que foi feito valeu a pena. Não deixem de (re)ler a Declaração de Lisboa sobre Equidade Educativa que, também ela, nos colocou na linha da frente ao ser citada pela Organização dos Estados Ibero Americanos e pela UNESCO. 

Mas muitas outras atividades se desenrolaram: o nosso Centro de Formação cresceu e desenvolveu-se encontrando novas temáticas e alargando o seu âmbito tanto no ponto de vista geográfico como no temático, continuamos a publicar a nossa excelente revista que na verdade é o nosso cartão-de-visita, alargamos a nossa biblioteca, melhoramos a nossa comunicação com os sócios e (talvez por isso) este número tem vindo a aumentar. 

Cabe assinalar que a Dídia Lourenço, que estava destacada em funções técnico pedagógicas na nossa Associação, saiu a seu pedido para passar para as funções de mãe. Temos com ela uma enorme dívida de gratidão pela dedicação imaculada que deu à associação. Muito obrigado! 

Este ano, temos duas colegas a substituir a Dídia: a Margarida Loureiro e a Sofia Andrade. Temos todas as evidências para lhes dar (de novo) as boas vindas e dizer que, se elas vão ser a cara da associação, ficamos muito bem na fotografia… 

Breve entraremos em contato com os nossos sócios para falar desta nova translação da Terra, desta nova translação das nossas vidas. Temos planos para muitas ações, temos planos para reforçar os nossos elos com os nossos associados e com a comunidade profissional. 

O ano irá abrir com uma assembleia geral que vai retocar os nossos estatutos que estavam a precisar de uma clarificação. Vamos também reorganizar a composição dos órgãos sociais que estão em funções até 2017. Contamos sempre e para tudo consigo, caro(a) sócio(a). A Educação Especial, a Educação Inclusiva, tem muitos passos ainda para andar. Talvez ainda, como a Terra, alguns milhões de quilómetros. Mas como iremos lá chegar se não nos metermos ao caminho? Foi isso que nós fizemos, é isso que nós esperamos que faça connosco. 

Aproveito para desejar a todos um Natal de Paz (em tempo de guerra), de Tranquilidade (em tempo de migrações), um Natal com saúde (em tempo de vírus), um Natal de esperança (essa sim sempre connosco). 

E contamos consigo para o ano que agora vai entrar. E o ano que conte connosco. 

Em nome dos corpos sociais da Associação envio-lhe um abraço sempre amigo.

David Rodrigues 
Presidente da Pró-Inclusão/ANDEE

Fonte: Editorial da Newsletter n.º 94

2 comentários:

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.