terça-feira, 12 de outubro de 2010

"Os pais educam com um 'sim' a tudo"

"Muitos pais não sabem ser pais. Educam com um 'sim' a tudo. Fazem o que podem, cansados, e com o pouco tempo que têm, dando tudo às crianças para compensar as suas ausências. Não admira que depois, em adolescentes, estes não tenham o mínimo de regras e de respeito pelos pais." A opinião é de Maria Saldanha Pinto Ribeiro, especialista em mediação familiar, que há muitos anos acompanha os "problemas de autoridade" dos pais em relações aos filhos. "As crianças crescem habituadas a querer e a ter tudo. Não são educadas com valores, mas com idas aos shoppings e com compras. Não crescem em ambientes onde há uma hierarquia e autoridade mas a achar que somos todos iguais", acrescenta a presidente do Instituto Português de Mediação Familiar. Maria Saldanha Pinto Ribeiro considera que ainda mais grave é a falta de autoridade nas escolas. "Ao retirar autoridade aos professores, o Estado só está a deseducar as crianças", acrescenta a mediadora familiar.

2 comentários:

Mina disse...

Sem dúvida!
Estasse a criar uma geração sem valores sem responsabilidades, que só vêem facilitismos.
Custa-me até dizer isto como mãe de uma adolescente, ter que travar lutas para lhe mostrar que não caie tudo do céu, mas numa sociedade de comparações é terrível mostrar-lhes o caminho, porque há sempre uma grande maioria, que para não criar conflitos os deixa fazer tudo.
Com a falta de autoridade, quer dos pais quer das instituições, assusta-me o futuro desta juventude.
um abraço

JAS disse...

Infelizmente, enraíza-se a ideia de que só existem direitos, esquecendo-se dos deveres, com as consequências que se constatam diariamente!
Abraço